terça-feira, 2 de março de 2021

O artista José Rico nunca morrerá!


A morte do cantor José Rico pegou todo mundo de surpresa e, entristeceu os apreciadores da música sertaneja, eu particularmente me sinto como que perdi um pessoa próxima a mim, o conhecia bem, era um sujeito extraordinário, não apenas como artista, um ser humano fantástico.


A minha relação com o artista começou quando eu era ainda criança e meu pai – de saudosa memória – adquiriu o primeiro LP da dupla Milionário e José Rico, que tenho até hoje, e que fez sucesso as canções “De Longe Também se Ama”, “Quarto Triste”, “Coração de Pedra”, dentre outras.


A minha relação com a pessoa começou em Rondônia, na cidade de Ariquemes, onde iniciei o trabalho com jornalismo e por algumas vezes o entrevistei, quando fazia shows por lá. O Zé Rico fazia questão de quando descia do palco se mostrar uma pessoa comum, que gostava de uma boa prosa e de contar longas histórias.


O reencontrei várias vezes aqui em Campo Mourão, já que estava sempre na cidade de Ubiratã onde tinha propriedade rural. Destes encontros, destaco quando fez show em Engenheiro Beltrão, o Milionário foi embora e o Zé ficou hospedado no Hotel Piacentini por um fim de semana, nos encontramos nestes dois dias por vários momentos, almoçamos juntos, ele falava do quanto gostava do Paraná e de Campo Mourão.


Impossível escolher uma de suas músicas e dizer como sua preferida, ele sabia que eu o admirava como o maior de todos os cantores do gênero sertanejo, realmente, fazia jus ao apelido de “Garganta de Ouro do Brasil”. Arrisco dizer que tenho 13 canções preferidas de Milionário e José Rico: “Sonho de Um Caminhoneiro”, Sonhei com Você”, Tribunal do Amor”, “Inversão de Valores”, “Corpo e Alma”, “Dê Amor Para Quem te Ama”, “Jogo do Amor”, “Viva a Vida”, “Decida”, “Quem Disse que Esqueci”, “A Carta”, “Herói da Velocidade” e claro, “Estrada da Vida”.


O homem José Alves dos Santos morreu, o artista José Rico, rico em fazer e preservar amizades, este nunca morrerá... minhas saudades e minhas orações!   


Síntese com Antonio José (Publicada originalmente em 3/3/2015)
É Permitido Sonhar...!


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário