quinta-feira, 24 de dezembro de 2020

Conto de Natal: Jesus transforma lágrimas em esperança!


*Por Antonio José

É Natal. Apesar do comércio insistir que é uma data apenas de festas e trocas de presentes, quando se evidencia mais a parte capitalista do que humanitária, este tempo ainda é de reflexão, contemplação e religiosidade. Jesus renasce a cada novo ano, mostrando a todos nós que podemos ser e fazer diferente. É tempo de Graças e Bênçãos, acima de tudo. 

O ano de 2020 nos trouxe desafios nunca antes enfrentados – pelo menos pela nossa geração –, quando tivemos que “encarar” um inimigo invisível, sem ter a certeza das armas que deveríamos usar. Estamos terminando o mês de dezembro com mais ou tantas incertezas como no início da pandemia, salvo o anúncio da vacina. 

Infelizmente, nesta celebração do Natal, há uma cadeira vazia nas mesas de tantas casas. A minha solidariedade, somada as minhas orações, quer penetrar no íntimo de quem teve perdas de entes queridos neste ano, de causas naturais, de qualquer causa, porém de forma especial pela Covid-19. Neste Natal, que Jesus renasça verdadeiramente no seu coração e no seio de sua família e faça com que toda essa dor amenize. 

Quando celebramos o Natal, com o Menino Jesus nascendo em nós, o amanhã se torna novo. Que nossas lágrimas se transformem em fé e esperança.

*Antonio José é diretor e editor do Jornal O Liberal de Campo Mourão; tem três livros de poesias editados: Lágrimas (1989) em coautoria com Oswaldoir Capeloto, Fragmentos (1998) e Mais Uma Vez a Poesia! (2002). Em tudo que faz usa uma frase que sintetiza o que mais acredita na vida depois de Deus: É Permitido Sonhar…!


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário