sexta-feira, 17 de julho de 2020

Números da dengue estabilizam e Campo Mourão não está mais em epidemia

Da Redação

Levantamento Rápido de Índice (LIRA) realizado esta semana pela Secretaria Municipal de Saúde aponta que os números de casos de dengue estabilizaram e com isso o Município não está mais em estado de epidemia. De agosto de 2019 até agora foram registrados 1.070 casos, dos quais oito importados. “Os casos suspeitos mais recentes deram todos negativos”, explicou o chefe do Departamento de Vigilância em Saúde, Carlos Bezerra. 

O LIRA constatou um índice geral de 1,09 por cento de infestação, o que está dentro do aceitável pela Organização Municipal de Saúde. Nos bairros Tropical e Aeroporto foram registrados os maiores índices (acima de 5 por cento). Das 47 localidades verificadas, em 30 não foram encontrados focos. 

“Mesmo com números favoráveis, o trabalho continua e a população não pode relaxar nos cuidados, especialmente em relação a água parada em recipientes”, observa Bezerra, ao acrescentar que o trabalho de campo será mantido, com prioridade nos bairros onde foram detectados focos. Ele lembra que por conta da pandemia de coronavírus, o trabalho dos agentes de endemias segue todos os cuidados preventivos para evitar a contaminação.

Dos 47,7 mil imóveis visitados durante o LIRA, em 19 foram encontrados focos do mosquito, a maioria (90%) em residências. O lixo nos quintais continua sendo os maiores hospedeiros de focos (63%), seguido de vasos de plantas (11%) e pneus (5%). Bezerra lembra que o Município já aplicou várias multas a moradores notificados e que não tomaram providências.

                              Gentileza:



Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário