segunda-feira, 6 de julho de 2020

Aprovada em primeira discussão, projeto de Douglas Fabrício que regulamenta o esporte eletrônico

Da Redação

A Assembleia Legislativa do Paraná aprovou em primeira discussão nesta segunda-feira (6), projeto de lei de autoria do deputado estadual Douglas Fabricio, que dispõe sobre o exercício da atividade esportiva eletrônica no Paraná. A proposta regulamenta o jogo eletrônico no estado. Entende-se por esporte eletrônico aquele praticado em equipamentos como computadores, smartphones e vídeo games, por exemplo. 

Com a aprovação da proposta, os praticantes de esportes eletrônicos passam a receber a nomenclatura de atleta. “O esporte eletrônico promove, fomenta e estimula a cidadania, valorizando a boa convivência humana”, justifica Douglas Fabrício. 

“É uma atividade que contribui para a melhoria da capacidade intelectual fortalecendo o raciocínio e a habilidade motora de seus participantes. Hoje em dia é um mecanismo de socialização, diversão e aprendizagem, seguindo o mesmo caminho dos esportes tradicionais”, argumenta.

O deputado estadual ainda menciona que neste ano o jogo eletrônico adquiriu uma importância ainda maior devido a pandemia do novo coronavírus. Segundo o parlamentar, o esporte eletrônico passou a ser uma das opções de entretenimento e lazer para quem fica em casa em isolamento social. “É uma prática intelectual saudável que incentiva as pessoas a permanecerem em casa para combater a disseminação da Covid-19. O momento é muito oportuno para a aprovação deste projeto”, diz. 

Douglas Fabrício ainda menciona que os adeptos do esporte eletrônico crescem de maneira exponencial e a atividade ainda não foi regulamentada. Com a regulamentação do esporte será conferido aos atletas uma legislação, assim como acontece com as demais modalidades, justifica. Além da regulamentação, o deputado estadual também sugeriu o dia 27 de junho como o Dia Estadual do Esporte Eletrônico, em alusão ao dia da fundação da empresa Atari, em 1972.

LIGA ESCOLAR E-SPORTS
O deputado ainda mencionou que apoia a iniciativa do Governo do Paraná, por meio da superintendência de Esporte, de criar a Liga Escolar E-SPORTS, que se baseia em uma competição a ser realizada de modo remoto em fases classificatórias e finais. A disputa será transmitida em plataformas online, com as primeiras competições previstas para acontecerem nos próximos dias.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário