quinta-feira, 28 de junho de 2018

Óleo de cozinha é um dos vilões no entupimento de rede coletora

AENotícias
Curitiba

Um dos grandes vilões dos entupimentos da rede coletora de esgoto é o óleo de cozinha. Junto com outros materiais, ele pode provocar extravasamentos em vias públicas e refluxo nos imóveis. Além disso, se descartado inadequadamente nos ralos e pias, o óleo pode interferir no processo de tratamento de esgoto nas estações da Sanepar.

Para reduzir esses impactos e desenvolver as responsabilidades ambiental e social, a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) tem o programa Trate Bem a Rede, em parceria com prefeituras, escolas e outras instituições em todas as regiões do Estado.

O projeto Se ligue nessa ideia, sem óleo na rede é um dos braços desse programa. Lançado internamente na Sanepar em 2014, o projeto teve por finalidade trabalhar a importância da destinação correta do óleo entre os empregados da Companhia e entre seus familiares. Em 2016, a iniciativa ganhou corpo e extrapolou o ambiente da empresa, angariando adeptos e parceiros nas comunidades. Foram disponibilizadas bombonas de coleta de óleo nos escritórios de atendimento ao público.

Hoje, são 211 pontos de coleta em todo Estado que recebem o óleo de cozinha descartado dos empregados e dos clientes da Companhia. O projeto também apoia instituições com interesse em ter um ponto de coleta de óleo nas suas dependências. A Sanepar doa as bombonas, cede material de divulgação e auxilia com atividades socioeducativas, como palestras e oficinas.



Nenhum comentário:

Postar um comentário